23 de junho de 2013

Sinceridade

Bem, cansei de meio termos. Enjoei de ficar deixando as coisas entrelinhas (ou só devo ter 'dado um tempo'). Pois então, não tenho paciência. Nunca tive. E espero continuar não tendo. Sabe, ando bastante irritada com certas pessoas, certos colegas, certos amigos. Que esperam euzinha me comunicar. RÁ. Sou orgulhosa o suficiente para dizer que isso não irá ocorrer, dear. E não vai mesmo. Eu acho que deve ser normal, afinal cada um tem seu mundo e vive de acordo com o que tem como mais importante. E eu acho que estou assim porque já soube o que é ser importante, e hoje não sei mais. Já tive alguém que me colocasse no ápice das suas preocupações, ou da sua necessidade de comunicação, mas já não tenho mais. E isso é uma grande merda. Eu estive lendo o livro "As vantagens de ser invisível" essa semana, e percebi que eu já fui invisível, como Charlie era. Até que um dia eu apareci. E ofusquei de novo. Eu já me senti infinita, mas não consigo me sentir mais assim. Eu deveria parar de escrever com  tanto 'eu', mas não quero. Esse texto é meu e eu não espero agradar ninguém. E sabe o que me irrita também, demais? O fato das relações continuarem a se estabelecer, tão firmemente. E então eu finalmente aprendi a não esperar. Eu não devo esperar nada de ninguém, porque já tive quem me fizesse aparecer, e essa pessoa já se foi. Às vezes sinto saudades de não ser invisível, mas continuo a ser, é mais fácil. Do que procurar ou encontrar alguém que me faça aparecer. E não falo de romances, mas de amizades. E tudo deveria estar bem. Talvez você acredite que eu estou bem, porque é o que demonstro. Mas não estou. Estou péssima. Estou em ruínas. Estou menos eu do que em qualquer outro dia. E é duro olhar o vazio. Encarar o vazio. Mas permaneço assim, pois é como devo permanecer. Permanecer invisível para aqueles que te olham, mas não te enxergam. E continuar a viver essa porra de vida.

3 comentários:

  1. Brendinha Brendinha Brendinha, tão pequena em estatura, porém gigante em sua mente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desde quando ter 1,72 é ser pequena? HAHAHA Grata pela parte da mente.

      Excluir
  2. Olá as moleskines são feitas por encomenda caso tenha interesse (fabiiola@ig.com.br) *-* bjs

    ResponderExcluir